Arquivologia


arquivologiaLívia Bessa escolheu o curso de Arquivologia da UFF por se identificar com o currículo do curso e defende que ele é um dos melhores do país. Além disso, ressalta a contribuição do arquivista para a preservação da memória.
Além de estar entre os melhores do país, veja mais sobre o curso e seus conselhos para quem deseja entrar.

 O CURSO

“O curso de Arquivologia da UFF está entre os melhores currículos da área no Brasil. Estudamos o documento, que é o nosso objeto, desde a sua gênese, até como preservá-lo. E ainda, como o currículo é integrado com a Biblioteconomia, o aluno pode reingressar, cursar algumas matérias e obter também o título de Bibliotecário.”

 A ESCOLHA DO CURSO

“A escolha do curso se deu quando analisei o currículo proposto pela UFF, me identifiquei e decidi me candidatar a uma vaga. Logo no primeiro período, consegui entender melhor a missão do Arquivista, o que é de difícil compreensão a pessoas que não conhecem a área, pela amplitude da profissão. A primeira vez que entrei em um arquivo e tive contato com seus documentos, tive certeza de que a escolha do curso de Arquivologia foi correta.”

 CONSELHOS PARA QUEM DESEJA CURSAR ARQUIVOLOGIA

“O meu conselho para quem pretende estudar Arquivologia é que, em princípio, pesquise sobre o curso, converse com profissionais se possível e busque ter certeza da decisão. Na minha percepção, é um curso de luta, por um maior reconhecimento social e é necessário que cada vez se formem mais profissionais capazes de lutar pelo espaço do arquivista nas instituições, públicas ou privadas. O reconhecimento do profissional no desempenho das suas funções contribui para a preservação da memória de todos nós.”