Enfermagem


Conversamos com Lais Marcelle, estudante do 5° período de Enfermagem, que nos conta um pouco de sua trajetória aqui na UFF – Universidade Federal Fluminense

 O CURSO

“O curso é composto por um ciclo básico com duração de um ano e meio, aproximadamente, onde estudamos a anatomia, biofísica, bioquímica, biologia celular, fisiologia, farmacologia, etc. Daí em diante (mais dois anos e meio), há o início da vivência da Enfermagem, que possibilita o entendimento de todos os conceitos que estudamos em consultas de enfermagem, ambulatório de feridas, clínica médica… E foi neste momento que eu tive certeza do caminho que havia escolhido, quando comecei a compreender a Enfermagem de verdade e o que ela significa. Nós nos esforçamos e formamos a profissão que queremos que seja reconhecida, ganhando o seu espaço e mostrando o seu potencial, com todo seu embasamento teórico, científico e humanizado. A Enfermagem tem o dever da educação em saúde, da orientação, do discernimento em suas ações perante vidas; em comandar equipes e gerir unidades de saúde, em ser o Mestre ou o Doutor que formará os futuros profissionais e a imagem dessa que é uma das profissões mais lindas, na minha opinião.”

 EXPERIÊNCIAS COM ENFERMAGEM

“A enfermagem me surpreendeu e me surpreende mais a cada dia que passa. O início foi muito difícil por fatores como a distância de casa, estar em um lugar novo e não saber ao certo o que esperar da universidade e do curso que havia escolhido. Pouco a pouco fui descobrindo que a ideia que as pessoas fazem da profissão não é de fato o que ela significa. A Enfermagem que os meus mestres mostram é a Enfermagem que eu quero exercer, aquela que questiona, que tem embasamento teórico e não é só por amor, não é o auxiliar do médico, é aquele profissional insubstituível para aquele setor e aquela equipe; que entende a fisiologia, a farmacologia, os cuidados e prescrições, mas que além disso olha o ser o humano que se encontra naquele leito; que escuta suas lamentações, entende um pouco de sua vida e passa a compreender o quadro em que ele se encontra.”

 CONSELHOS PARA QUEM DESEJA SEGUIR ENFERMAGEM

“O conselho que dou aos que pretendem escolher essa profissão é que não ache que é fácil, pois não é! É massante, exaustivo, estressante, mas o que compensa nisso tudo? É você ser responsável pelo bem estar, pela melhora daquela pessoa que depende de você no momento de sua enfermidade. Dedique-se, estude MUITO, faça a Enfermagem com orgulho e força de vontade. Você poderá seguir diversos caminhos, a Enfermagem é muito maior do que parece, há um mundo para ser explorado.”

#ConheçaUFF #UFF #HumanosdaUFF#Enfermagem